Pequenos produtores


Tudo começa com os pequenos produtores, que contribuem com esta cadeia de valor sustentável.

Em todas as etapas do processo do cultivo, da preparação do substrato orgânico, até a colheita, até a entrega em sua casa, tudo é feito através de uma experiência única: quando você consome os cogumelos da Fungo de Quintal, você não está só consumindo um alimento de sabor inexplicável, mas também os frutos de relações justas de trabalho e de um cuidado genuíno com o meio-ambiente. Além disso, damos prioridade para pequenos produtores locais, diminuindo a pegada de carbono ao longo da cadeia.

Os cogumelos são seres vivos que estão presentes naturalmente na natureza, e o cultivo deles de forma controlada é uma verdadeira arte!  Para cultivá-los, além de fornecer o composto orgânicos para se desenvolverem, é necessário simular em ambientes fechados as condições ideais de temperatura e umidade.

Dessa forma nossa produção e colheita nas estufas são estáveis durante todo o ano, respeitando os mais altos padrões da indústria alimentícia com controle da qualidade e rastreabilidade do cultivo até a entrega ao cliente.

Conheça um pouco das famílias que reconhecem o valor da terra e sabem, melhor do que ninguém, que se vamos deixar uma marca na vida das pessoas, a única forma de fazer isso é com todo o carinho do mundo:

Nossas famílias

Da Chão
Domingos e sua mulher Margarida são portugueses, e começaram o trabalhavam na roça com as tradicionais hortaliças, na região de Bragança. Hoje são produtores de paris e portobello, junto com os filhos e netos. 

Maurício
Desde criança gostava de ajudar o pai nos trabalhos do sítio. Cresceu, e após experimentar trabalhos convencionais em lojas de rua, resolveu experimentar ser vendedor de cogumelos em conserva. Encantado com o universo dos cogumelos, não demorou muito para ter seu proprio sítio para produzir cogumelos frescos. Hoje, junto com sua mulher Jéssica e a neném Noemi, cultivam além do portobello, também algumas variedades especiais de shimeji.

Hattori
Cecília e seu marido já trabalhavam com agricultura tradicional há muitos anos na região de Sorocaba.
Ao se aproximarem da terceira idade, encontraram a oportunidade de iniciar um cultivo de Shitake no próprio sítio.
Eles ficaram fascinados com a nova qualidade de vida! Trocaram o trabalho pesado da horta pelo cuidado exigente e delicado dos cogumelos, levando uma vida sem contato com fertilizantes e defensivos químicos que estavam acostumados a usar na plantação.

Cacá
A família Cacá morava no Japão quando conheceu pela primeira vez um cultivo de Shitake. Rapidamente se apaixonaram pela produção desse cogumelo e resolveram estudar e aprender as técnicas lá mesmo. Então, voltaram para o Brasil com um sonho: iniciar um cultivo próprio.
Após muitas dificuldades para adaptar e substituir os componentes orgânicos japoneses, a família superou esses desafios e há 10 anos são produtores conhecidos da região de Sorocaba.

Peters
Peters nasceu na Holanda onde decidiu que iria trabalhar com algo diferente. Ele começou a ajudar alguns coletores de cogumelos silvestres e, aos poucos, passou a comercializá-los com compradores de Portugal. 
Para aprender mais sobre o universo dos fungos e técnicas de cultivo, levou toda sua família para a China. Quando seus meninos cresceram, eles resolveram se mudar para o Brasil com o objetivo de empreenderem do zero com o próprio cultivo de cogumelos. Após muito estudo e planejamento, a família produz Shimeji negro e Eryngui de forma modernizada Bahia, em Vitória da Conquista.

Gustavo e Gisele
Gustavo era jornalista e Gisele tinha uma confecção, mas com a crise econômica, decidiram mudar para um sítio no interior, com espaço livre para plantil. Então o casal se matriculou em um curso de cultivo de cogumelos. E não é que eles aprenderam?!
Hoje Gustavo e Gisele nem pensam mais em voltar para a cidade. Plantam um Shimeji delicioso que temos o prazer de compartilhar, e vivem muito felizes e tranquilos.

Lucas
Lucas trabalhava em uma grande empresa de refrigerantes (😅), mas quando se estressou com seu trabalho, decidiu que queria voltar para o campo, onde tinha crescido.  Então, com o conhecimento que tinha adquirido de seu pai na infância, decidiu seguir com o cultivo de cogumelos. Hoje Lucas produz majoritariamente Shitake, mas testa algumas outras espécies, como Enoki, Eringui, Chimofuri e Shimeji negro, todos de maneira 100% orgânica.

Felipe
Felipe é natural de Bragança Paulista. Trabalhou com nutrição animal para grandes empresas, mas sempre teve o sonho de tocar o próprio negócio, algo que ele mesmo pudesse manter. Pensou na possibilidade de produzir cogumelos, então começou a estudar os métodos de cultivo. Pesquisou por 3 anos, e decidiu que estava pronto para começar seu próprio cultivo de Eryngui. Até hoje aprende mais a cada plantio, e fornece cogumelos de alta qualidade. Quando tem tempo, gosta de ir à praia.

Pague com
Selos
  • Site Seguro

Fungo de Quintal - CNPJ: 28.411.558/0001-89 © Todos os direitos reservados. 2021